0

Em São Paulo: o delicioso café Chocolatria 

IMG_20170819_150807994

Já aviso: esse post vai ser longo porque eu tenho um histórico com a Chocolatria.

Lá trás no meu passado, mais precisamente no ano de 2009, descobri o Chocolatria: um blog fofíssimo, com receitas maravilhosas. Descobri também (graças ao blog) que existia um Café da Hello Kitty no Brasil e que a autora do Chocolatria, a chef Simone Izumi, que fazia todos os doces do local.

Na época, enchi as paciências do meu pai para me levar, primeiro porque eu não aguento ver algo fofo que eu quero ir (e tem algo mais fofo que CAFÉ DA HELLO KITTY?) e segundo porque eu precisava provar in loco os doces daquela mulher que ficava me deixando com vontade de tudo com aquele site maravilhoso.

Depois de encher muito as paciências do meu paizinho, ele finalmente me levou. Lembro que eu fiquei em choque por causa de tanta coisa fofa e rosa. Foi nesse dia que eu comi o meu primeiro cupcake da vida, que me deixou apaixonada.

Os anos passaram, e eu meio que acabei esquecendo a existência do Chocolatria até o início desse ano.

IMG_3151

Ovos e doces especiais de páscoa do antigo Espaço Chocolatria

Namorado e eu ambos trabalhamos com alimentos, e quanto mais a gente estuda e entende a indústria da alimentação, mais a gente quer dar suporte e incentivar o pequeno produtor. Então a gente fez um pacto de tentar consumir menos de grandes indústrias, tentar tomar as rédeas do que consumimos e tentar produzir ao invés de consumir, ou quando não conseguimos (ou não queremos), tentar comprar diretamente de um pequeno produtor ou de um chef local.

IMG_3153

Ovos e doces especiais de páscoa do antigo Espaço Chocolatria

Estou contando TUUUDO isso porquê na páscoa desse ano eu decidi que eu iria produzir os ovos de páscoa que eu iria dar de presente, e lembrei DO NADA dos cursos que a Simone dava no Chocolatria. Entrei no instagram da Simone e acabei descobrindo que eles estariam com a lojinha do ateliê (que só abria aos sábados) aberta todos os dias devido a páscoa. E lá fomos eu e o namorado no Espaço Chocolatria.

Fiquei louca. Não sabia por onde começar a escolher de tantos docinhos lindos.

Primeiro de tudo: nos serviram degustação dos ovos, todos diviníssimos. Escolhi alguns chocolates e resolvi comprar o livro da Simone. Quando eu fui passar no caixa, o marido da Simone fala ‘Vou pedir pra autografar para você’ e lá veio a Simone, de avental e tudo, assinar o meu livro. E eu travei. Fiquei tão maravilhada de conhecer a Simone e com tanta vergonha/medo de estar incomodando que eu fiquei muda. Fui só destravar quando eu entrei no carro.

IMG_20170819_150725163

Café Chocolatria: lugar fofinho 

Enfim, contei tudo isso só para falar que o antigo Espaço Chocolatria fechou, e que finalmente temos o Café Chocolatria: uma espaço fofo que abre de segunda a sábado, com todas as delícias da Simone. Nada de esperar até sábado agora para poder achar a lojinha aberta. 😂

 

IMG_20170819_143615830

Mesinhas externas do Café

O Café Chocolatria é um espaço super fofo, meio escondido em uma rua residencial perto do Aeroporto de Congonhas. Chegamos ao local as 14 horas de um sábado e já estava cheio. Quando fomos embora mais ou menos as 15 horas estava lotadíssimo.

IMG_20170819_143805855

Maya Shot (R$ 11)

Meu escolhido para beber foi o Maya Shot (R$ 11): chocolate quente cremoso com especiarias. Eita chocolate quente gostoso, cremoso e saboroso. Morri de amores.

IMG_20170819_143747420

Brioche de Churros (R$ 13)

Para comer, fui de Brioche de Churros (R$ 13), que é um brioche bem fofinho recheado com doce de leite. Gostoso, mas nada demais. Invista nos doces e chocolates que vale mais a pena.

IMG_20170819_143810497

Bolo Trovão de Brigadeiro (R$ 13)

Mas o favorito mesmo da nossa visita foi o pedido do namorado, o Bolo Trovão de Brigadeiro (R$ 13, a fatia). Meus amigos, que bolo é esse? Sensacional. Sério. O namorado que não é chegado em bolo destruiu, e quase que eu não consigo provar.

É um bolo de brigadeiro bem denso e chocolatudo, mas sem ser enjoativo. Devoramos o pedaço e ficamos super tentados em pedir o segundo.

IMG_20170819_144851803

Levei um waffer de framboesa (R$ 14) para comer em casa, que eu já tinha levado da última vez que tinha ido ao Espaço Chocolatria. É uma waffer recheada de framboesa, com cobertura de chocolate.

Dessa vez não rolou com o waffer porque estava murchinho ☹️ (choro). Fiquei triste demais, porque eu sei que quando ele está crocante é maravilhoso.

IMG_20170819_143626554

Docinhos que são um amor ❤

Como o espaço é novo, o atendimento ainda está bem confuso, mas isso melhora com o tempo. Tiveram alguns erros (como o waffer murchinho), mas faria uma nova visita ao local.

Café Chocolatria – Rua Rita Joana de Sousa, 38, Campo Belo – SP.

Procurando hotel em São Paulo? Reserve pelo Booking.com, o maior site de reservas do mundo. Reservando por esse link, uma porcentagem da sua hospedagem vem para ajudar a manter o blog (sem você pagar nada a mais por isso  ).

Siga o instagram do blog! @lugarzinhosporai e siga a gente pelas nossas andanças pelo mundo 😉

Anúncios
0

Em São Paulo: um dos melhores sorvetes da cidade no Gelato Boutique 

IMG_20170709_144011358Uma das coisas que eu mais amo na vida é flanar pela avenida Paulista. Tem algo de entrar nas galerias e ficar observando as outras pessoas circulando que me acalma e que me deixa muito feliz.

Em um sábado que acabei ficando sozinha, resolvi partir para a avenida Paulista e lembrei que queria conhecer a Gelato Boutique, uma sorveteria que ouvi falar muito bem.

IMG_20170709_143738193

Alguns sabores dos gelatos

A Gelato Boutique é a sorveteria da Marcia Gabin. Formada em gastronomia pelo Le Cordon Bleu, se tornou mestre gelatiere pela Gelato University, em Bolonha.

 Se essa carteirada não basta para te convencer que ela faz um bom gelato, a Gelato Boutique ganhou o prêmio de melhor sorvete, em 2013, do Firenze Gelato Festival.

Na Gelato Boutique, os sorvetes são feitos de forma artesanal utilizando ingredientes ‘reais’. Nada de emulsificantes, nada de estabilizantes. Os sabores são bem diferentes e fiquei com vontade de provar todos.

A sorveteria possui duas unidades: a matriz, que fica na Rua Pamplona, e outra escondidinha no último piso do Shopping Cidade São Paulo.

IMG_3444

Pink lemonade e chocolate belga (R$ 14)

Na minha primeira visita, pedi uma casquinha média (R$ 14) para poder provar dois sabores. Pedi o Chocolate Belga (eu sei, todo lugar tem esse sabor, mas deu vontade). O sorvete estava super cremoso e com o sabor bem acentuado de chocolate de boa qualidade. Um dos melhores que já comi.

Pedi, também, o sabor Pink Lemonade, que foi um tapa na minha cara de tão bom. Normalmente sorvetes com base de água ficam cristalizados e não são tão cremosos. Esse era super cremoso, com o sabor bem de pink lemonade mesmo. Era incrível.

IMG_20170709_144155497

Fiz uma segunda visita ao local, dessa vez na unidade matriz na Rua Pamplona. Pedi novamente a casquinha média (R$ 14). Aliás, a casquinha do Gelato Boutique é um caso de amor a parte, porque é muito deliciosa. A melhor que eu já comi.

Nessa visita eu escolhi o sabor Amma: chocolate Amma com maracujá. Amo a combicação de chocolate com frutas cítricas, e esse sorvete estava uma delícia, super bem equilibrado entre doce e azedo.

Pedi também um sabor de chocolate com avelãs que eu não lembro o nome, mas o namorado amou e eu também. Muito gostoso.

O Gelato Boutique ganhou meu coração de pessoa que ama sorvetes. É, sem dúvidas, um dos melhores sorvetes da cidade e vale muito a visita. Aliás, a decoração da sorveteria é MUITO bonita. Vale super a pena ficar lá papeando só pelo espaço bonito (e o sorvete, claro).

Gelato Boutique – Rua Pamplona, 1023, Jardim Paulista ou Av. Paulista, 1230, Bela Vista (dentro do shopping Cidade São Paulo).

Procurando hotel em São Paulo? Reserve pelo Booking.com, o maior site de reservas do mundo. Reservando por esse link, uma porcentagem da sua hospedagem vem para ajudar a manter o blog (sem você pagar nada a mais por isso 😉 ).

Siga o instagram do blog! @lugarzinhosporai e siga a gente pelas nossas andanças pelo mundo 😉

2

Em São Paulo: exposição Castelo Rá Tim Bum no Memorial da América Latina

casteloratimbum

Tenho um defeito meio insuportável de procrastinar a compra de ingressos. Eu já perdi as contas de quantos shows, espetáculos e mostras eu perdi por ficar enrolando para comprar um ingresso, e quando eu decidi comprar, estava esgotado. Foi o que aconteceu quando teve a mostra do Castelo Rá Tim Bum no MIS. Eu enrolei, enrolei, enrolei e aí acabaram-se os ingressos e eu fiquei sem.

casteloratimbum7

Croquis dos figurinos de Pedro e Zequinha

Quando soube que haveria uma outra exposição do Castelo, agora no Memorial da América Latina, eu já comprei os ingressos logo de cara, para não me dar a abertura de procrastinar e perder novamente. Não ia dar a chance pra minha habilidade em deixar ingressos esgotarem entrar em ação.

casteloratimbum6

O Mau ❤

Para que não sabe (caso você seja muito novo, ou gringo, sei lá, melhor explicar), o Castelo Rá Tim Bum foi um seriado infantil de cunho educativo de grande sucesso da Tv Cultura, um dos primeiros a serem feitos e patrocinados 100% no Brasil. Retratava a vida no Castelo do inventor Dr. Victor, onde seu sobrinho Nino tinha as mais diversas aventuras com seus amigos Pedro, Biba e Zequinha.

A mostra no Memorial da América latina vinha com a promessa de ser grande: 700 m² de exposição, tendo até a replica perfeita de como seria o Castelo por fora (incluindo a torre de 15 metros com a bandeirinha na ponta).

casteloratimbum8

“Passarinho, que som é esse?”

Chegando na mostra, a Leonora de 5 anos de idade dentro de mim quase teve um treco de felicidade. Entre meus 3 e 5 anos CRTB foi meu programa favorito, até tive uma réplica do Castelo que eu tentava levar comigo pra todos os lugares (o que fazia com que meus pais tivessem que sair por aí levando uma criança de 3 anos + um castelo pesado pra caramba – sim, meus pais ficaram felizes quando eu passei dessa fase).

casteloratimbum9

“Tchau preguiça, tchau sujeira, adeeeeeus cheirinho de suuuuuorrrr…”

Compramos os ingressos para o meio dia de um domingo, e nos deixaram entrar 15 minutos antes do horário. Logo na entrada, temos uma réplica do Porteiro que até mesmo falava ‘Plift, ploft, still, a porta se abriu’. Ai meu coração.

Assim que entramos demos de cara com uma maquete perfeita do castelo. Lindo.

casteloratimbum3

Quarto da Morgana

A mostra conta com figurinos, matérias de jornal, peças do cenário, roteiros, croquis e tudo o mais referente a produção do seriado pela Tv Cultura. Foram montados mais de 20 ambientes, produzindo com fidelidade os cenários do seriado.

casteloratimbum2

A Sala

Cada ambiente foi pensado para remontar o cenário do seriado, trazendo assim as peças dos seus devidos personagens. Tinha a oficina do Dr. Victor, o quarto da Morgana, o quarto do Nino, a sala, o encanamento do Mau, o estúdio da Penelópe, o laboratório do Tíbio e o Perônio, a biblioteca ♥…até personagens mais secundários foram lembrados, como o TeleKid.

casteloratimbum4

Uma das peças que mais me impressionaram foi o figurino da Caipora. Extremamente perfeito, cheio de franjas, fiquei ali imaginando o quão trabalhoso foi fazê-lo.

Uma das partes que mais gostei da mostra era uma sala, com tvs passando entrevistas dos colaboradores do projeto. Ouvir o presidente da Tv Cultura na época dizer o quão importante foi para a Tv Cultura ter conseguido fazer um programa 100% nacional na época e ter sido um grande sucesso, foi incrível.

casteloratimbum5

A Biblioteca: meu sonho de consumo infantil

Meu ambiente favorito foi sem dúvidas a Biblioteca: como uma criança que passava grande parte do tempo sozinha lendo, tinha um negócio por aquela biblioteca. Até hoje não posso ver uma biblioteca, ou um cantinho que deixam as pessoas lerem, que lá estou eu. Imagina passar horas todos os dias naquele lugar? Era um sonho.

Morri de amores do começo ao fim do meu passeio, mas realmente seria muito difícil eu não gostar. A mostra está bem feita, e os momentos de nostalgia que eu vivi não tem preço.

A mostra não estava impossivelmente lotada (como eu imaginei que estaria), mas estava cheia. Levamos quase 2 horas para percorrer todo o espaço da mostra, e, no fim, comprei uma caneca linda do Castelo para levar pra casa. A Leonora de 24 anos voltou no carro segurando a canequinha e com um sorriso de orelha a orelha.

Rá Tim Bum, o Castelo – Av. Soares De Moura Andrade, 664, Barra Funda – São Paulo, SP. Ingressos disponíveis até dia 30/06.

Procurando hotel em São Paulo? Reserve pelo Booking.com, o maior site de reservas do mundo. Reservando por esse link, uma porcentagem da sua hospedagem vem para ajudar a manter o blog (sem você pagar nada a mais por isso 😉 ).

Siga o instagram do blog! @lugarzinhosporai e siga a gente pelas nossas andanças pelo mundo 😉

2

Em São Paulo: um almoço no Z Deli Sandwich Shop

zdeli

Uma das hamburguerias favoritas do namorado é o Z Deli Sandwich Shop. Nós já fomos nas duas casas: a menorzinha, que fica na Haddock Lobo, e na maior, que fica em Pinheiros. Ambas lotam e lotam MUITO, por isso tem que chegar muito cedo, ou com muita paciência para esperar.

zdeli1

O Z Deli é uma das hamburguerias mais famosas de São Paulo. Tem sanduíches incríveis e mais diferentes do que eu normalmente gosto (sou fã da simplicidade na hora de comer um bom hambúrguer), mas é maravilhoso. A casa é inspirada nas pequenas delis nova iorquinas, e ajudou a popularizar alguns pratos americanos aqui em São Paulo, como o lanche de pastrami.

zdeli4

1# Pastrami (R$ 31) 

Em vez de pedirmos uma entrada, resolvemos pedir o famoso lanche de pastrami para dividirmos. O #1 Pastrami (R$ 31), leva pastrami defumado na casa, mostarda, mayo, picles e dill. Pastrami é uma carne magra (normalmente peito), curada e bem temperada, e que nós adoramos. O lanche é muito bem montado, vem com bastante pastrami, e é super saboroso. Adoramos.

zdeli3

Deluxe (R$ 28)

De prato principal, pedi o Deluxe (R$ 28): hambúrguer, cheddar, bacon bovino, picles, tomate, cebola e maionese com alface. Acho o bacon bovino uma boa opção para pessoas que não comem carne de porco, mas ainda prefiro o bacon suíno. O lanche estava ótimo, e, muito importante: chegou no ponto certo.

zdeli2

Roast Beef (R$ 26)

Em uma outra visita, eu escolhi o Roast Beef (R$ 26): rosbife feito na casa, alface, tomate, cebola, picles e maionese no pão rye bread. O lanche é super bem recheado, mas não foi uma grande surpresa, mesmo estando bem montado e gostoso.

Não pedimos sobremesa em nenhuma das vezes que fomos, mas fiquei namorando a cheesecake linda que estava sendo servida na mesa ao lado. Estava com uma cara ótima.

Do lado do Z Deli Sandwich Shop em Pinheiros há uma pequena padaria onde eles fabricam os pães utilizados no restaurante, ao qual você pode comprar para levar para casa. Como amamos pães aqui em casa, fiquei super tentada em trazer uns pãezinhos, já que os pães dos lanches são  excelentes.

No geral, é sempre legar ir ao Z Deli, o único problema é ter que ir com paciência para aguardar, por isso não vamos mais vezes. Mas a visita é super válida quando se está em São Paulo.

Z Deli  Sandwich Shop –  visitamos a da Rua Francisco Leitão, 16, Pinheiros – SP, mas há também na Rua Haddock Lobo, 1386, SP.

Siga o instagram do blog! @lugarzinhosporai

Procurando hospedagem em São Paulo? Reserve com o booking.com, o melhor site de reservas do  do mundo mundo.

0

Em Santo André: comendo hambúrguer no The Burger Map

theburgermap5Durante alguns anos a única hamburgueria boa perto de casa era a The Burger Map, então pelo menos uma vez a cada dois meses eu ia lá. Conforme os anos passaram, outras hamburguerias abriram, e ficou cada vez mais ‘incomum’ eu visitar o local, já que acabava sempre indo pra São Paulo.

Pois bem, na última semana, como ficamos na minha casa e bateu uma vontade enorme de hambúrguer, acabamos revisitando essa hamburgueria tão adorada do pessoal do Grande ABC.

theburgermap6

A The Burguer Map foi inspirada por uma expedição pelos Estados Unidos, onde os donos pegaram as receitas mais famosas de hambúrguer típicas de cada região dos Estados Unidos e trouxeram pra cá, procurando serem fiéis as receitas originais. Eles tem um mapinha no site explicando de onde é cada hambúrguer e sua história.

theburgermap3

O meu pedido foi um cheeseburguer simples (R$ 27), que é um hambúrguer de 180 gramas e requeijão de corte e pedi para adicionar picles. Gente, eu amo picles, e sempre fico feliz porque no The Burger Map ele não é cobrado como acompanhamento <3. O hambúrguer é gostosinho, mas o pão esmagou muito e quando cheguei  ao meio do lanche ele ficou bem empapado.

theburgermap2

Namorado foi de Burger Map Burger (R$ 33), o hambúrguer da casa, que é composto hambúrguer, requeijão de corte, bacon, alface, tomate, cebola roxa e map sauce. Estava bem gostoso, mas namorado foi da mesma opinião: quando vai chegando ao meio do hambúrguer vai empapando e fica uma maravilha pra comer.

theburgermap4

A estrela da noite foi o hambúrguer que o meu irmão pediu, o Squealer Burger (R$ 29): hambúrguer de angus moído com bacon, queijo cheddar, alface, tomate e cebola roxa. Eu e o namorado sempre tivemos azar, porque nunca conseguimos pedir esse lanche (apenas 15 hambúrgueres desse são feitos por dia), mas meu irmão pediu e finalmente tinha. E sério, é delicioso, dá pra sentir bem o gosto de bacon no hambúrguer.

theburgermap1

De sobremesa pedimos o milk shake (que no The Burger Map é malte) de Chocolate Peanut Butter (R$ 24). Eu achava que daria para dividir tranquilo entre nós 3, mas o copo é pequeno e ele é delicioso. Precisamos pedir mais um pra matar a vontade. Achei um pouco caro pelo tamanho, mas vale a pena por ser tão gostoso.

No fim, valeu a pena revisitar essa hamburgueria que é queridinha do pessoal do Grande ABC. É legal chegar cedo se não tem paciência de esperar, porque a casa fica bem cheia depois das 20 horas.

The Burger Map – Rua das Aroeiras, 442 – Bairro Jardim. Santo André – SP.

Siga o blog no instagram e acompanhe nossas andanças ao vivo! @lugarzinhosporai