15

Em São Paulo: comendo uma das melhores pizzas da cidade no Carlos Pizza

IMG_3254

O Namorado passou por uma fase ‘pizza’ nos últimos meses. Qualquer coisa, fica com vontade de comer pizza, e lá vamos nós procurar uma pizzaria que nunca fomos que seja boa.

A Carlos Pizza é uma pizzaria na Vila Madadela, do chef argentino Luciano Nardelli, que é bem conhecida em São Paulo. Ficou famosa por sempre fazer parte das listas de melhores pizzas da cidade. Deveras, fazendo uma pizza com bons ingredientes e fermentação lenta natural, é merecido estar nas listas das melhores.

O espaço é bem romântico e escuro, à luz de velas. Um bom lugar para um date, mas haviam diversas famílias no local. Chegamos cedo para não termos que enfrentar a fila de espera quilométrica que se forma depois das 19:30 para o jantar.

IMG_3257

Puglia (R$ 40): burrata cremosa servida com pesto e pão assado na hora

De entrada, pedimos a Puglia (R$ 40): burrata cremosa servida com pesto e pão assado na hora. A burrata é um tipo de queijo bem macio feito com muçarela de búfala e creme de leite (em alguns lugares pode também conter leite de vaca em sua composição). É um queijo bem cremoso, servido frio e com o pesto ficou uma delícia. O pão era muito bom, ainda quentinho do forno.

IMG_3259

San Daniele (R$ 48): presunto cru italiano, muçarela, parmesão e erva doce

Na Carlos Pizza, as pizzas são de tamanho individual. Eu pedi o sabor San Daniele (R$ 48): presunto cru italiano, muçarela, parmesão e erva doce. Achei a massa leve, de espessura média e borda de tamanho bom, mas não achei muito saborosa. O recheio foi bem feito e fava para sentir que eram ingredientes de boa qualidade.

IMG_3261

Toscana (R$ 44): muçarela, parmesão, pancetta artesanal e cogumelos

A minha favorita mesmo foi o sabor que o namorado escolheu, a Toscana (R$ 44): muçarela, parmesão, pancetta artesanal e cogumelos. Que recheio delicioso! Tudo bem que eu sou suspeita para falar, já que eu amo barriga de porco e amo mais ainda cogumelos, mas, juro, estava muito boa. Quase pedi para o namorado trocar comigo.

Tivemos um jantar super agradável e sem pressa, mesmo a casa estando lotada. Recomendo muito o local para um date ou um jantar mais íntimo.

Carlos Pizza – Rua Harmonia, 501 – Sumarezinho, São Paulo – SP.

Procurando hotel em São Paulo? Reserve pelo Booking.com, o maior site de reservas do mundo. Reservando por esse link, uma porcentagem da sua hospedagem vem para ajudar a manter o blog (sem você pagar nada a mais por isso 😉 ).

Siga o instagram do blog! @lugarzinhosporai e siga a gente pelas nossas andanças pelo mundo 😉

Anúncios
0

Em São Paulo: comendo no clássico e tradicional Hambúrguer do Seu Oswaldo 

IMG_3603

Na minha adolescência eu ia muito ao Seu Oswaldo: hambúrguer super gostosinho por um preço pra lá de honesto.

Por mim, nunca teria entrado no Seu Oswaldo. Nunca imaginaria que naquela lanchonete de bairro, sempre lotada, abrigava um dos mais antigos hambúrgueres de São Paulo, sendo tão icônico que inspirou a criação de alguns lanches por aí (como o Bombom da Lanchonete da Cidade).

A lanchonete do Seu Oswaldo foi inaugurada em 1966, pelo Seu Oswaldo Paolicchi. Desde 2010 (quando o Seu Oswaldo faleceu), quem comanda a lanchonete é a filha dele, mas a casa continua do mesmo jeito: mesma lanchonete com um balcão em U, mesmos lanches tradicionais.

IMG_3599 (1)

As paredes da lanchonete abrigam as diversas reportagens e prêmios que a lanchonete acumulou durante os anos.

Depois de uns dois anos sem ir, bateu vontade no namorado de comer lá. Chegamos 12:20 de um sábado e todos os banquinhos do balcão já estavam ocupados. Passou 15 minutinhos e já estávamos sentados e fazendo nossos pedidos.

No Seu Oswaldo não tem acompanhamentos, nem dá para pedir maionese a parte. É pedir o lanche, seu refri ou suco e acabou. Sem firulas.

IMG_3601

Cheese Burger Bacon (R$ 18,50)

Pedi meu cheese burger bacon (R$ 18,50) de sempre. Hambúrguer de 90 gramas, queijo, bacon e o molho de tomate especial da casa. O bacon do Seu Oswaldo é muito bom, cortado do tamanho certo e sem ser seco demais. O molho de tomate dá todo um toque especial no lanche. Eu odeio carne bem passada, e no seu Oswaldo só vende hambúrguer bem passado, então a gente aceita.

IMG_3600

Cheese Burger Bacon Maionese (R$ 22)

Namorado foi de cheese burger bacon maionese (R$ 22). Como não dá para pedir a maionese separado, tem que lembrar de pedir no lanche (e eu sempre esqueço). Estava uma delícia.

A casa não cobra 10% e só aceita pagamento em dinheiro, nada de cartões.

A Lanchonete do Seu Oswaldo não é um ambiente para você ir conversar ou enrolar um pouco, é pedir, comer e ir embora. Durante a nossa visita diversas crianças entraram no estabelecimento para pedir dinheiro, o que acaba sendo incômodo e deixa quem está almoçando meio apreensivo.

Voltando para casa, eu e o namorado ficamos pesando se ainda vale a pena ir ao Seu Oswaldo. Quando eu era mais novinha, a graça de ir lá era comer um lanche gostosinho e tomar uma Coca KS e pagar um preço super amigo. Eu entendo que tudo ficou muito mais caro nos últimos tempos, mas hoje existem outras hamburguerias de estilo rápido, com um ambiente mais legal, pelo mesmo preço que você paga lá.

Chegamos a conclusão que ainda vale a pena ir ao Seu Oswaldo para conhecer, porque, afinal, é uma lanchonete que faz parte da história do hambúrguer em São Paulo. Mas deixou de ser o lugar que eu voltaria sempre.

Hambúrguer do Seu Oswaldo – Rua Bom Pastor, 1657 – Ipiranga. São Paulo – SP.

Procurando hotel em São Paulo? Reserve pelo Booking.com, o maior site de reservas do mundo. Reservando por esse link, uma porcentagem da sua hospedagem vem para ajudar a manter o blog (sem você pagar nada a mais por isso 😉 ).

Siga o instagram do blog! @lugarzinhosporai e siga a gente pelas nossas andanças pelo mundo 😉

 

6

Em São Paulo: provando o menu degustação do A Casa do Porco

acasadoporco1

Na nossa muito humilde opinião, um dos chefs mais notórios na atual cena gastronômica paulista (quiçá brasileira) é o Jefferson Rueda.

Depois de ter ganho notabilidade sendo o chef do Attimo, entre 2011 e 2015, e ser o responsável pelo ganho da estrela Michelin da casa, Jefferson resolveu abrir no Centro de São Paulo um restaurante 100% autoral, onde a estrela principal é a carne de porco.

acasadoporco4

Parte interna da Casa do Porco

É bonito ver essa troca de um restaurante que só usa ingredientes refinados e caros (como trufas, ovas) por um que usa um ingrediente que ainda não é apreciado como deveria pelos brasileiros, e ainda ter um resultado inovador e, acima de tudo, saborosíssimo. É difícil conseguir impressionar e inovar com o comum.

acasadoporco5

Como a casa tem fama de lotar antes mesmo de sua abertura, chegamos as 11:30 da manhã de um domingo para garantirmos nossa mesa. A casa só abre ao meio dia e já tinha uma fila bem grande. Conseguimos pegar uma das últimas mesas do lado de fora (quando todas as mesas foram preenchidas, a espera para o almoço era de duas horas).

acasadoporco11

Embutido de cabeça de porco e copa, servidos com mostarda fermentada no tucupi, compota de bacon e picles de vegetais

acasadoporco10

Tartar de porco maturado e sanguiça de sangue com tangerina e broto orgânico

Como queríamos provar um pouco de tudo, pedimos o Menu Degustação, que consiste em pequenas porções e pequenos canapés dos pratos mais célebres da casa, servidos em vários passos. Os pratos foram os seguintes:

  • Embutido de cabeça de porco e copa, servidos com mostarda fermentada no tucupi (muuuito boa), compota de bacon e picles de vegetais;
  • Tartar de porco maturado e sanguiça de sangue com tangerina e broto orgânico;
  • Pão no vapor com barriga de porco, cebola roxa e pimenta fermentada;
  • Croquete de porco servido com mostarda de tucupi e pimenta fermentada;
  • Canapé de virado à paulista: porco, feijão, couve e linguiça com ovo de codorna;
  • Torresmo de pancetta com goiabada;
  • Sushi de papada de porco com tucupi preto e nori;
  • Porco San Zé: porco, tutu de feijão, tartar de banana e couve.

acasadoporco8

 

Croquete de porco servido com mostarda de tucupi e pimenta fermentada

acasadoporco7

Canapé de virado à paulista

acasadoporco3

Sushi de papada de porco: um clássico da casa

Sim, comemos muito. E sim, tudo estava muito bom, excepcional até. Como foram muitos pratos, vou falar apenas dos meus favoritos (se não o post terá 700 metros), mas, de novo, tudo estava muito bom. Não dá nem para expressar direito o quão bom estava.

acasadoporco9

Pão no vapor com Barriga de Porco

O Pão no Vapor Com Barriga de Porco estava divino. O molinho do pão, com a barriga de porco e o azedinho da pimenta fermentada e a cebola ficaram demais. Conquistou muito o meu coração, e só de lembrar me dá água na boca.

acasadoporco6

Torresmo de Panceta

O torresmo de panceta com goiabada é um prato super simples, mas foi uma das coisas mais “Meu Deus, o que foi isso que eu comi?” que eu já provei na vida. Panceta grossa, crocante por fora e super suculenta por dentro. Sério, maravilhosa. E o docinho da goiabada foi a cereja do bolo pra me conquistar.

acasadoporco2

Porco San Zé

O Porco San Zé é o carro-chefe da casa. Pedaços suculentos de porco, com um tutu de feijão muito bom, uma farofa incrível (tão boa que lembra até um leite ninho salgado – ok parece viagem mas eu achei, o namorado também e a menina da mesa do lado chegou até a perguntar para o garçom se era leite ninho) e um tartar de banana muito saboroso. Raspamos os pratos.

acasadoporco12

Pudim de Leite

Mesmo praticamente rolando de tanto que comemos, pedimos uma sobremesa. O Pudim de Leite da Casa do Porco é finalizado com chantilly de caramelo e algodão doce. Qualquer coisa meio lúdica já me ganha, e esse pudinzinho com uma nuvenzinha de algodão doce me matou de amores. Achei super válido estar no centro da famosa Terra da Garoa e ter uma nuvem em cima do meu pudim. De sabor, o pudim é super leve e cremoso.

O total da conta com 4 cocas, 2 águas e 2 menus degustação foi R$ 250,00. Um preço justo pra uma das refeições mais bem feitas e diferentes da minha vida. Valeu muito a pena ter que chegar cedo, esperar, rezar pra conseguir uma mesa, porque foi um almoço que lembrarei por muito tempo e um restaurante que, com certeza, retornarei.

A Casa do Porco – Rua Araújo, 124, República – São Paulo, SP

Procurando hotel em São Paulo? Reserve pelo Booking.com, o maior site de reservas do mundo. Reservando por esse link, uma porcentagem da sua hospedagem vem para ajudar a manter o blog (sem você pagar nada a mais por isso 😉 ).

Siga o instagram do blog! @lugarzinhosporai e siga a gente pelas nossas andanças pelo mundo 😉