0

Em Curitiba: se hospedando no Hotel Ibis Curitiba Shopping

ibis

Frente do Ibis Curitiba Shopping

Como não queríamos gastar muito nessa viagem (há de vir mais viagens no nosso futuro, estou prevendo), acabamos escolhendo o Ibis Curitiba Shopping pra nos hospedarmos. Afinal, era um hotel no centro, mas quase no bairro Batel (onde ficam os restaurantes/cafés mais legais em Curitiba) com a garantia de que seria limpo e confortável por um preço amigo.

ibis2

Lobby do hotel

Fechei pelo site decolar.com, porque a reserva pelo Booking saia um pouco mais cara. Aliás, essa é uma dica: sempre pesquise em mais de um site quanto está o hotel, a diferença pra gente chegou a ser cerca de 100 reais.

O check in foi super tranquilo, apresentei meu voucher que o Decolar havia enviado ao meu e-mail confirmando a estadia, o atendente pegou nossos dados e já nos deu os cartões do quarto.

ibis5

O quarto do hotel é simples, não é muito grande, mas para nós dois estava ótimo. Possuía secador de cabelo, cofre, frigobar vazio e a internet wi-fi funcionou muito bem em todos os dias da nossa estadia. O banheiro era limpo e de um tamanho razoável.

ibis4

Um pouco do buffet de café da manhã

Nossa hospedagem não incluía café da manhã, então na maioria dos dias tomamos café em uma padaria que ficava a uma quadra de distância. Mas em uma das manhãs que estava chovendo muito, acabamos tomando café no buffet oferecido pelo hotel. Custou R$ 19,00 por pessoa, e era bem farto: pães diversos, croissants, frios, sucos, café, frutas, ovo mexido, entre outros. Mas como nosso intuito era não gastar muito, preferimos tomar café na padaria mesmo nos outros dias.

ibis3

Pãezinhos no buffet 

O hotel é super bem localizado. Fica a umas duas quadras da Rua 24 Horas e do centro. Sem contar que tem uma Lojas Americanas na rua do hotel, que dá pra comprar coisinhas para encher o frigobar (como água e refrigerante, que sempre são meio caras em hotel). O Shopping Curitiba fica a uma quadra de distância, então quando ficamos ‘sem fazer nada’ no hotel, acabamos indo pra lá caçar pokémons hehe.

Em geral, a hospedagem foi ótima e tranquila, os atendentes sempre foram solícitos e gentis, e pela ótima localização por um preço amigo valeu super a pena.

Hotel Ibis Curitiba Shopping – Rua Brigadeiro Franco, 2154, Centro, Curitiba – PR.

Sigam o blog no instagram! @lugarzinhosporai

Anúncios
0

Destino: Curitiba, Paraná

curitiba1

Jardim Botânico: o mais famoso cartão-postal de Curitiba

Nós precisávamos de mini férias (3, 4 dias livres) e não sabíamos pra onde. Queríamos um destino de inverno, mas com um precinho mais amigo. Monte Verde? Estava inviável, hospedagens extremamente caras. Gramado? Nem pensar, caro caro.

curitiba2

Museu Oscar Niemeyer

Aí eu pensei em Curitiba. Olhamos a passagem: super barata. Procuramos hospedagem: barata. Pronto, decidimos nossas pequenas férias de inverno desse jeito.

Curitiba é a cidade mais populosa do Paraná. Fundada pelos bandeirantes e lar de grande parte dos imigrantes alemães e poloneses que vieram ao Brasil no século XIX, é uma cidade mundialmente conhecida por alinhar as inovações urbanísticas com o cuidado com o meio ambiente.

curitiba4

Ópera de Arame: famosa casa de shows em Curitiba

É também conhecida por ser modelo de planejamento de urbanização e pioneiro em modernização e reestruturação do sistema de transporte urbano no Brasil.

curitiba3

Memorial Ucraniano: um pedacinho da história da Ucrânia em Curitiba 

A cidade é linda. As ruas são limpas, mesmo no centro. Cada cantinho tem uma praça ou parque bem arborizado para se visitar. E mesmo alguns dizendo que o paranaense é frio, fomos super bem recebidos por todos os locais que tivemos contato. Mesmo. Fomos recebidos com muita atenção, cuidado e educação por todos.

Foi uma viagem adorável, que vai ficar sempre comigo, e nos próximos dias postarei coisinhas que fizemos nesse tempo tão gostoso que passamos nessa cidade. ♥

 

2

Em Buenos Aires: jantando na parrilla La Brigada

labrigada6

Quando estava programando nossa viagem para a Argentina, me deparei com o restaurante La Brigada. Pelas resenhas parecia um restaurante meio pega turista, por isso acabei deixando ele pra lá, mesmo sendo considerado uma parrilla clássica na cidade de Buenos Aires.

Mas como nosso hotel ficava em San Telmo, super perto desse restaurante, em uma noite de fome acabamos indo jantar lá, e foi uma ótima surpresa.

labrigada1

O restaurante tem toda uma temática de futebol. Camisas autografadas pra todos os lados, bolas de futebol, cachecóis, cobrindo grande parte do salão. Para os aficionados em futebol é ótimo, mas como eu e o namorado não somos muito chegados, nem ligamos muito.

Como fomos durante a semana e cedo, não tivemos problemas para conseguir mesa, mas rolam boatos que de final de semana lá fica caótico e é bom fazer reserva.

labrigada2

Meia provoleta

De entrada pedimos uma provoleta, que é um queijo provolone que foi especialmente criado para ser assado na parrilla. Estava uma delícia, bem cremoso e sem estar queimado por fora.

labrigada3

Salada Caprese

Como eu precisava comer alguma salada, a boba aqui acabou pedindo uma salada caprese. Explicando o boba: eu estou acostumada a comer a salada caprese em São Paulo que vem rúcula para quebrar a quantidade do queijo. No fim, veio essa pratão de queijo com tomate e eu não sabia o que fazer. Mas estava delicioso, a muçarela era ótima e estava bem temperado.

labrigada5

Meio bife de chorizo

De prato principal pedimos bife de chorizo, que é um corte tipicamente argentino tirado do contrafilé, para dividirmos e uma porção de batata frita. A carne estava tão molinha que o garçom cortou ela com a colher e estava ótima, no ponto certo. A batata frita era bem sequinha e veio em uma porção bem generosa.

labrigada4

Batatinhas fritas ❤

No fim, comemos muito bem e fomos super bem atendidos pelos garçons do La Brigada, mas não foi um jantar memorável. Não foi um restaurante barato, mas gastamos cerca da metade do que gastamos no Cabaña Las Lilas.

La Brigada – Estados Unidos 465, San Telmo – Buenos Aires, Argentina.

 

0

Dica: Fazendo câmbio em Buenos Aires

câmbio

Desde o começo do planejamento para a viagem à Buenos Aires, tivemos uma grande dúvida: o dinheiro. Vamos levar reais? Vamos trocar os pesos aqui? Vamos levar dólar?

Todas as pessoas que conhecemos que foram à Argentina e todos os blogs que lemos não recomendam a troca no Brasil, por se cobrar um valor mais alto no peso do que ele realmente vale. Mesmo assim, resolvemos ir em uma casa de câmbio para verificar nós mesmos se, de fato, não valia a pena. Quando fomos ver a cotação aqui no Brasil, estava 1 real = 2 pesos. Como eu já tinha visto no site do Banco de la Nación Argentina que lá, no câmbio oficial, estava  1 real = 2,50 pesos, realmente vimos que não valeria a pena, então já descartamos essa possibilidade.

Então começamos a ver nossas opções. Poderíamos trocar no oficial no Banco de La Nación assim que chegássemos na cidade, ou poderíamos trocar no paralelo: ou trocando com arbolitos na Calle Florida (o que não foi recomendado por nenhum blog que eu li, mesmo todos dizendo que nunca ouviram falar de casos de falsificação por arbolitos) ou contatando alguma das empresas de turismo que fazem a troca de reais por pesos no hotel.

No fim, decidimos que iríamos trocar um pouco de pesos no Banco de La Nación assim que chegássemos para pagar o taxi e nossos primeiros gastos na cidade e o resto trocaríamos com uma das empresas que fazem troca de reais por peso no hotel.

A primeira empresa que eu achei nas minhas pesquisas foi a famosa Boston Cash. Muitas pessoas já fizeram a troca com eles e relataram que deu tudo certo, mas eu comecei a ler as avaliações deles no facebook e já não fiquei muito feliz, nem segura. Quando os contatei, ninguém me explicou absolutamente nada, só foi meio ‘tá, você quer marcar a troca ou não’ e isso já descartou a empresa pra mim.

Descartada  a Boston Cash, comecei a procura por outra empresa conhecida que fizesse a troca. Foi quando eu encontrei um post de uma blogueira que havia trocado com uma empresa chamada Turismo Baires, relatando que foram super prestativos com ela.

Resolvi entrar em contato com essa Turismo Baires, um pouco insegura porque eles só tinham 11 avaliações no facebook (todas extremamente positivas). A resposta da minha mensagem foi quase automática, explicando todas as minhas possíveis dúvidas: que eles iam ao hotel no horário estipulado, que  cotação era a postada no dia da página deles no facebook e que ainda todas as notas que eles trocavam possuíam um carimbo da empresa para sabermos a procedência do dinheiro e evitar possíveis golpes.

Resolvemos marcar com eles para a troca e assim que chegamos no hotel, o Danilo (uma das pessoas que trabalham com eles) já estava me aguardando para fazermos a troca. A troca foi feita com a cotação do dia, que era 1 real = 3,85 pesos. O Danilo ainda foi super prestativo, deu algumas dicas sobre a cidade e como a empresa estava a disposição para qualquer dúvida.

Além do serviço de câmbio, a empresa também trabalha com venda de passeios turísticos, mas como eu não comprei nenhum, não posso recomendar. Mas trocar o dinheiro com a Turismo Baires foi menos uma dor de cabeça na viagem e eu recomendo muito os serviços de câmbio deles.

0

Destino: Campos do Jordão

camposdojordao

Imagem: camposdojordao.com.br

Campos do Jordão é uma das cidades mais visitadas no estado de São Paulo. Recebe milhares de turistas durante o ano todo, mas principalmente durante o mês de julho, período que acontece o Festival de Inverno (considerado o maior festival de música clássica da América Latina).

Localizado na Serra da Mantiqueira, é o mais alto município brasileiro, estando à altitude de 1628 metros. É conhecida como a “Suíça Brasileira”, devido a sua arquitetura tardia baseada em construções europeias e pelo seu clima mais frio que a média das cidades brasileiras.

camposdojordao3

Imagens: lugarzinhosporai.com

A cidade oferece diversas opções de lazer, como vários parques e reservas onde é possível fazer caminhadas e esportes ao ar livre (como o Amantikir e o Horto Florestal) e centros culturais (como o Palácio Boavista, sede de inverno do governo do estado, que tem a função de museu aberto ao público).

vista serra da mantiqueira

Vista do mirante do Amantikir. Imagem: lugarzinhosporai.com

Por ser uma cidade turística, existem inúmeras opções gastronômicas e de hospedagem (demos algumas dicas de hotéis recomendados aqui), para todos os gostos e bolsos. Mas, por esse mesmo motivo, Campos é uma cidade cara para se hospedar, portanto recomendamos uma pesquisa de preços em diferentes datas antes de planejar a sua viagem.

vila capivari

Vista da Vila Capivari. Imagem: camposdojordao.com.br

Campos é um ótimo destino por oferecer opções tanto para famílias procurando distrações para os pequenos, como para casais que querem ter uma viagem romântica. Principalmente durante a temporada (que vai do feriado de Corpus Christi até o início de agosto), quando a cidade fica cheia, até os solteiros encontram diversão na cidade, com os seus bares e baladas sazonais. Campos é um destino para todos, em todas as idades e em todos os meses do ano.

Procurando hotel em Campos do Jordão? Reserve no Booking.com, o maior site de reservas do mundo.