2

Em São Paulo: um pequeno (e gostoso) café da manhã no Sofá Café

sofacafe1Se tem um lugar que eu tinha muita curiosidade pra ir e NUNCA conseguia visitar, é o Sofá Café. Li resenhas e mais resenhas do local e jamais consegui encontrar um dia que eu estivesse passando por perto com alguém que topasse ir tomar um café. Até que no primeiro dia de frio do ano, namorado finalmente topou.

O Sofá Café é a cafeteria que serve cafés especiais do engenheiro florestal Diego Gonzales. Aberta em 2011, já ganhou diversos prêmios de melhor café da cidade, e já existem mais 3 casas em São Paulo, uma no Rio de Janeiro e uma em Boston.

sofacafe3

Estava lotada quando chegamos. Quando saímos, só tinha a gente.

Aproveitamos para visitar em um sábado de manhã a unidade de Pinheiros, que estava bem cheia.  A casa um pouco escondida no bairro de Pinheiros tem uma decoração super legal, um ambiente que dá vontade de passar horas e horas tomando café.

Quando chegamos, rolou uma demora para sermos atendidos na mesa, o que fez com que eu precisasse levantar e fazer meu pedido direto no caixa. 15 minutos depois, eu estava feliz com o meu café quentinho.

sofacafe4

Mocha Paçoca (R$ 11)

Para beber pedi o Mocha Paçoca (R$ 11), espresso com leite cremoso com canela e paçoca. O café vem em um copo super legal, que parece pesado quando você vê, mas é super levinho. O mocha é delicioso, e comi até o último pedacinho de paçoca do fundo. Fiquei tentadíssima em pedir outro café do cardápio para provar, mas me segurei com todas as forças possíveis e impossíveis.

sofacafe

Waffles com Nutella (R$ 11,50)

Para comermos, pedimos uma porção de Waffles com Nuttela (R$ 11,50), que tinha a massa crocante e fresquinha e veio com um potinho de nuttela generoso pelo preço dos waffles. Achei uma delícia, e comeria mais uns 4 se pudesse.  😛

Nossa visitinha foi super rápida, o suficiente para eu me apaixonar pelo café e pelas comidinhas. Voltarei mil vezes para provar as outras coisas.

Sofá Café – Rua Bianchi Bertoldi, 130 – Pinheiros, São Paulo – SP

Procurando hotel em São Paulo? Reserve pelo Booking.com, o maior site de reservas do mundo.

Anúncios
0

Em São Paulo: o brunch da Tess Kitchen

tesskitchen1

Sempre quis ir na Adoro Brownie, mas sempre fui deixando a visita para lá. Até que um dia eu descobri que a Adoro Brownie fechou, e no lugar a chef Tess Abreu abriu a Tess Kitchen.

A Tess Kitchen é um café inspirado nas delis americanas, tendo cookies, brownies, café da manhã, brunch e opções para um almoço rápido. Como a chef é muito ligada ao mundo fitness, existem várias opções ótimas para o pessoal que está de dieta também.

tesskitchen3

Xícara bonitinha do cappuccino ❤

O ambiente é um quintal super charmoso, com deck de madeira e vasos suspensos. Fomos em um sábado de manhã, e acredito que deva ser o dia mais fraco de movimento da Tess Kitchen, pois vimos poucos clientes entrando (mas vimos várias entregas saindo do local). Ou seja, um local ótimo para um café da manhã tranquilo no sábado.

Nós fomos lá porquê eu fiquei curiosíssima para provar o brunch. Vocês já sabem que eu sou a maluca dos brunchs, amo e amo muito. Então, claro que pedimos um brunch para dividir.  Havia duas opcões: o brunch (R$ 52,00) com bagel, ovos mexidos com bacon, quiche, muffin, waffle com nutella, duas opções de bebidas ou mimosa; e o brunch fit (R$ 52,00), com fruta com melado e granola, omelete de claras com tomate, muffin de espinafre, waffle com peanut butter e geléia, também com duas opções de bebidas ou mimosa.

tesskitchen4

Suco de acerola e meu cappuccino

Escolhemos o tradicional porquê sou sem vergonha mesmo haha. Namorado foi de suco de laranja com acerola e eu escolhi um cappuccino. Gente, o cappuccino de lá é muito bom. Doce na medida certa, mas beeeem cremoso. Do jeito que eu amo.

tesskitchen2

Então veio nossa comilança: quiche de queijo, muffin de queijo com bacon, bagel, presunto e queijo e waffle de nutella.

A quiche de queijo e o muffin de queijo com bacon estavam muito bons, mas o bagel tinha a massinha bem pesada. O waffle de nutella era bem gostoso. Acho que poderia haver mais opções de frios para pedir (como por exemplo peito de peru), pois existem pessoas (tipo eu) que não comem presunto. A omelete estava gostosinha.

tesskitchen5

Ainda levamos um pedaço de cheesecake e um cookie de reese’s para casa. E sério, que cheesecake maravilhosa, uma das melhores que eu já comi. Muito saborosa. O cookie também estava gostoso, ainda mais que é de reese’s (chocolate que eu amo muito).

Em geral, nossa visita foi muito boa. Quero ressaltar que nosso atendimento foi MUITO cuidadoso, com pessoas perguntando a todo momento se estava tudo bem ou se queríamos mais alguma coisa.

Gostei muito da visita, e com certeza vou voltar para buscar mais da cheesecake divina da Tess.

Tess Kitchen – Rua Gomes de Carvalho, 116, Vila Olímpia – São Paulo, SP.

Siga o blog no instagram! @lugarzinhosporai

2

Em São Paulo: um brunch no Santo Pão

santopao3Se tem uma coisa nessa vida que eu amo é tomar café da manhã, não importa o horário, principalmente se for do tipo bem reforçado. Sabe aquela frase ‘Let’s eat breakfast for dinner’? Então, minha cara.

santopao9

O Santo Pão seria uma padaria gourmet, que é a união de uma boutique gourmet, delicatessen e boulangerie, unindo técnicas da panificação francesa com um toque brasileiro. Ficou bem conhecida por famosos irem tomar café lá, e é um dos points paulistas para se tomar café da manhã.

santopao8

Kate Moss embaixo da mesa entediada 

Como o local é pet friendly, um belo domingo lá fomos eu, namorado e Kate Moss (minha linda, amada e adorada Shih Tzu de 6 anos – mas que ainda parece um bebê) para lá. Tivemos que aguardar uns 15 minutos para conseguirmos uma mesa na área externa, já que estávamos com a Kate (pets não são permitidos no salão).

Aliás, é uma coisa a se pensar antes de sair de casa com o seu animalzinho. Se seu pet é tranquilo, leve ele numa boa, só que se não…bem, você vai ter um café da manhã dos infernos e provavelmente não vai curtir seu passeio. No nosso caso, a Kate Moss é tranquilíssima, e dormiu durante meia hora no meu colo enquanto tomávamos nosso café.

santopao6

Cappuccino de canela (R$ 8,50)

De início, eu pedi um cappuccino de canela (R$ 8,50). Normalmente eu prefiro cappuccinos mais cremosos, esse era bem ralinho, então não gostei muito, mas de sabor era okay.

santopao7

Croque Monsieur (R$ 21)

Pedi um Croque Monsieur (R$ 21), que é um lanche preparado com queijo emmental, presunto, molho dijonese, no pão de forma acompanhado de chips de batata doce. O Croque Monsieur foi um dos melhores que eu comi na vida, tão cremoso que o molho dijonese chegava a escorrer, e a chips de batata doce estavam bem sequinhas.

santopao5

Empanada de Carne (R$ 9,50)

Namorado pediu uma empanada de carne (R$ 9,50). O recheio estava gostoso, bem temperadinho, mas a massa não era nada demais. Um pouco seca para a nossa opinião.

santopao4

Namorado também pediu uma quiche de alho-poró (R$ 19), que estava gostosinha, mas , também, nada de espetacular. A massa estava bem sequinha e o recheio era bom. Já comi melhores.

santopao10

Pavê de Pão de Mel (R$ 11)

De sobremesa eu pedi um pavê de pão de mel (R$ 11), doce na medida certa, bem saboroso, só achei um pouco massudinho.

santopao2

Mousse de Chocolate (R$ 11)

De sobremesa, o namorado foi de mousse de chocolate (R$ 11). Que mousse deliciosa! Bem suave, do tipo que dá para comer um monte e nem sentir, ainda mais com a farofinha de pé de moleque por cima.

No fim, comemos bem e tranquilamente. A experiência de poder levar minha cachorrinha comigo foi ótima e o atendimento foi bom. Quanto as comidas, esperava um pouco mais, mas o croque monsieur e a mousse estavam excelentes.

Santo Pão – Rua Padre João Manuel, 968, Jardins – São Paulo, SP.

 

 

4

Em São Paulo: o brunch do Hotel Renaissance

hotelrenaissanceNo dia dos namorados, eu e o Namorado queríamos um programa diferente, então como a data esse ano caía em um domingo tive a brilhante ideia de irmos a um brunch. Brunch é um combinado de café da manhã com almoço, normalmente servido entre o fim da manhã até as 15 horas da tarde, sendo mais comum aos fins de semana.

Depois de pesquisar alguns na cidade de São Paulo, gostei bastante da proposta (e do preço) do brunch servido aos sábados e domingos no restaurante Terraço Jardins, do Hotel Renaissance, um dos melhores hotéis cinco estrelas da cidade.

Ligamos para fazer a reserva e SURPRESA estava esgotada para as próximas duas semanas, então deixamos a comemoração de dia dos namorados pra lá e fizemos a reserva pro dia 26. Aliás, essa é uma dica: FAÇA RESERVA e bem antes do final de semana que você quer ir ao brunch, tipo umas duas semanas antes.

hotelrenaissance2

O brunch começa as 11:30 da manhã e vai até as 14 horas. Como queríamos tirar fotos e aproveitar bastante chegamos as 11:30, e encontramos o salão vazio. Conforme as horas foram passando ele foi lotando, lotando, lotando e aí entendemos o porquê da necessidade da reserva.

O brunch funciona no sistema de buffet, e é dividido em 4 partes: uma de café da manhã e sobremesas, uma de saladas e frutas, uma de opções de pratos quentes e outra onde fica um chef preparando ovos e tapiocas na hora.

hotelrenaissance4

Muffins de chocolate, muffins de blueberry, cinnamon rolls e croissants

A do café da manhã tinham croissants doces, salgados, croissants de amêndoas, muffins de blueberry, muffins de chocolate, brioches, waffles, pães de vários tipos, nutella, geléias, mapple syrup, cereais e iogurtes.

Dessa parte eu comi o muffin de blueberry, que estava um pouquinho sem gosto na minha opinião, um croissant de romeu e julieta bem gostoso e um croissant de amêndoas divino, recheado com creme de confeiteiro.

hotelrenaissance6

Waffles com mapple syrup

Também comi waffle com mapple syrup, que eu achei bem massudo. Acho que se eles fossem feitos na hora ao invés de ficar na bancada de café da manhã, seriam muito mais gostosos.

hotelrenaissance5

Estação de café da manhã: onde o chef preparava ovos na hora

Eu resolvi ignorar a parte de frutas e saladas (que tinha uma boa variedade) e pulei direto para os ovos feitos na hora. Havia a opção de tapioca, ovo cozido, frito ou pochê, omelete e ovo benedict. Também havia ovo mexido pronto em uma panela para se servir.

hotelrenaissance7

Ovo benedict com bacon

Pedi um ovo benedict, que é um english muffin, coberto por um lombo canadense, um ovo pochê e molho hollandaise. Estava gostoso, mas os dois que eu pedi (em momentos diferentes durante o brunch) vieram com a gema gelada o que eu achei um pouco chato. Se a gema estivesse quentinha, seria perfeito.

Na parte de pratos quentes tinham uma massa, um creme de batata com cogumelos, bacon, filé mignon com molho de mostarda e salmão. Confesso que comi apenas o bacon, que estava uma delícia, sequinho e crocante e o filé mignon que eu não gostei muito, achei o sabor da mostarda muito fraco no molho.

hotelrenaissance8

Crème brûlée de chocolate perfeito e profiterole

De sobremesa haviam profiteroles, torta de doce de leite, torta de frutas vermelhas, crème brûlée de chocolate e umas mini tortinhas de nutella. Os profiteroles estavam gostosos, a mini tortinha de nutella tinha uma consistência meio esquisitinha, mas a grande estrela foi o crème brûlée de chocolate, que estava delicioso, com o gosto de chocolate bem forte.

hotelrenaissance3

No brunch está incluso as bebidas, como suco de laranja, suco detox e suco de laranja com mamão, café, refrigerante. Também está incluso espumante, que não bebemos porque não consumimos bebidas alcoólicas.

O brunch custa 67 reais por pessoa, preço justíssimo pelas coisas que são oferecidas no buffet.

No fim adoramos conhecer o brunch do Hotel Renaissance. Foi um programa diferente, nós nos divertimos muito e comemos muito bem a um preço muito justo.

Brunch Hotel Renaissance – sábados e domingos, das 11:30 às 14. Alameda Santos, 2233, São Paulo – SP.

Procurando hotel em São Paulo? Reserve pelo Booking.com, o maior site de reservas do mundo. Reservando por esse link, uma porcentagem da sua hospedagem vem para ajudar a manter o blog (sem você pagar nada a mais por isso 😉 ).

 

 

 

2

Em Buenos Aires: Hotel Dazzler San Telmo

dazzler

Procurar um hotel em Buenos Aires foi  um processo longo: quando achávamos um que estivesse dentro do nosso orçamento, ou ele tinha uma localização longe da que queríamos ou era velho e precisava de reforma. Como queríamos um hotel perto do centro, procuramos bastante até que encontramos o Dazzler San Telmo.

O Hotel Dazzler San Telmo era aparentemente limpo, com café da manhã, extremamente bem localizado (próximo à duas estações de metro), bem no centro (pertíssimo da Av. 9 de Julio) e com avaliações boas no booking.com.

dazzler3

Chegamos no hotel, fizemos o check in, deixamos nossa estadia paga e subimos para o quarto. O quarto era bem espaçoso, com armários, uma copa com frigobar, um sofá e uma escrivaninha. A cama era enorme e bem confortável.

Os problemas começaram quando fomos olhar as tomadas. Já sabíamos que a tomada padrão na Argentina era diferente, mas o modelo mais antigo dava para encaixar aquelas tomadas de duas bolinhas. No nosso hotel, o modelo de tomada era novo, ou seja, precisaríamos de um adaptador. Pedi na recepção, mas o hotel não possuía nenhum e não havia nenhum lugar próximo que vendia, mas fui informada que poderíamos carregar nossos celulares na entrada usb da televisão.

Carregar o celular na televisão é chato? É, e demora pacas, mas tudo bem, esse era o menor dos meus problemas. O problema maior era que o quarto não tinha secador e a minha chapinha era daquela de duas bolinhas. Okay, tive que aceitar que iria ficar com cabelo lion mesmo durante a viagem e desencanei logo, mas fiquei uns momentos lamentando a falta de secador e a impossibilidade de usar a chapinha.

dazzler2

Outro ‘probleminha’ do quarto era que o banheiro era extremamente pequeno, tão pequeno que não existiu posição que eu conseguisse tirar foto dele.  Ele também alagava toda vez que tomávamos banho. Não é um problema gigantesco, mas era chato ficar com o piso do banheiro totalmente molhado.

Uma coisa boa do quarto é que mesmo que ele estivesse em uma rua extremamente movimentada, não ouvíamos barulho algum enquanto as janelas estavam fechadas. Por outro lado, o barulho dos vizinhos de manhã no corredor e do elevador eram bem chatos.

dazzler4

Buffet de café da manhã

Em todas as avaliações de hotel que possuíam café da manhã, as pessoas reclamavam que o café da manhã era bem ruim, com pouca variedade, portanto já imaginávamos que o do nosso hotel também seria igual.

Depois do terceiro dia, meu café da manhã era um pão de gergelim com muçarela, uma medialuna com doce de leite e uma xícara de café, porque eram as únicas coisas gostosinhas do café da manhã. As outras coisas não eram ruins, mas nada demais: pão de forma, pão de forma integral, poucas opções de frutas, suco de laranja bem azedo, etc.

dazzler5

Meu café da manhã padrão na Argentina: pão de gergelim, muçarela, medialuna, doce de leite e café

No geral, a melhor coisa do nosso hotel, sem dúvidas, era a localização: estávamos bem perto de quase tudo, então o taxi para o hotel não era caro e, como haviam duas estações de metro por perto, o utilizamos quase todos os dias. Não é um hotel ruim, o quarto era bem limpo e as camareiras eram super simpáticas, mas não era bom também.

Se fosse escolher outra vez o hotel, talvez escolheria um em Palermo ou na Recoleta. A parte boa de se estar no centro é que você está perto da maioria dos pontos turísticos, mas a noite o bairro fica bem vazio e é necessário pegar taxi para sair.

Dazzler San Telmo – Piedras 303, San Telmo – Buenos Aires, Argentina.