2

Em Buenos Aires: Hotel Dazzler San Telmo

dazzler

Procurar um hotel em Buenos Aires foi  um processo longo: quando achávamos um que estivesse dentro do nosso orçamento, ou ele tinha uma localização longe da que queríamos ou era velho e precisava de reforma. Como queríamos um hotel perto do centro, procuramos bastante até que encontramos o Dazzler San Telmo.

O Hotel Dazzler San Telmo era aparentemente limpo, com café da manhã, extremamente bem localizado (próximo à duas estações de metro), bem no centro (pertíssimo da Av. 9 de Julio) e com avaliações boas no booking.com.

dazzler3

Chegamos no hotel, fizemos o check in, deixamos nossa estadia paga e subimos para o quarto. O quarto era bem espaçoso, com armários, uma copa com frigobar, um sofá e uma escrivaninha. A cama era enorme e bem confortável.

Os problemas começaram quando fomos olhar as tomadas. Já sabíamos que a tomada padrão na Argentina era diferente, mas o modelo mais antigo dava para encaixar aquelas tomadas de duas bolinhas. No nosso hotel, o modelo de tomada era novo, ou seja, precisaríamos de um adaptador. Pedi na recepção, mas o hotel não possuía nenhum e não havia nenhum lugar próximo que vendia, mas fui informada que poderíamos carregar nossos celulares na entrada usb da televisão.

Carregar o celular na televisão é chato? É, e demora pacas, mas tudo bem, esse era o menor dos meus problemas. O problema maior era que o quarto não tinha secador e a minha chapinha era daquela de duas bolinhas. Okay, tive que aceitar que iria ficar com cabelo lion mesmo durante a viagem e desencanei logo, mas fiquei uns momentos lamentando a falta de secador e a impossibilidade de usar a chapinha.

dazzler2

Outro ‘probleminha’ do quarto era que o banheiro era extremamente pequeno, tão pequeno que não existiu posição que eu conseguisse tirar foto dele.  Ele também alagava toda vez que tomávamos banho. Não é um problema gigantesco, mas era chato ficar com o piso do banheiro totalmente molhado.

Uma coisa boa do quarto é que mesmo que ele estivesse em uma rua extremamente movimentada, não ouvíamos barulho algum enquanto as janelas estavam fechadas. Por outro lado, o barulho dos vizinhos de manhã no corredor e do elevador eram bem chatos.

dazzler4

Buffet de café da manhã

Em todas as avaliações de hotel que possuíam café da manhã, as pessoas reclamavam que o café da manhã era bem ruim, com pouca variedade, portanto já imaginávamos que o do nosso hotel também seria igual.

Depois do terceiro dia, meu café da manhã era um pão de gergelim com muçarela, uma medialuna com doce de leite e uma xícara de café, porque eram as únicas coisas gostosinhas do café da manhã. As outras coisas não eram ruins, mas nada demais: pão de forma, pão de forma integral, poucas opções de frutas, suco de laranja bem azedo, etc.

dazzler5

Meu café da manhã padrão na Argentina: pão de gergelim, muçarela, medialuna, doce de leite e café

No geral, a melhor coisa do nosso hotel, sem dúvidas, era a localização: estávamos bem perto de quase tudo, então o taxi para o hotel não era caro e, como haviam duas estações de metro por perto, o utilizamos quase todos os dias. Não é um hotel ruim, o quarto era bem limpo e as camareiras eram super simpáticas, mas não era bom também.

Se fosse escolher outra vez o hotel, talvez escolheria um em Palermo ou na Recoleta. A parte boa de se estar no centro é que você está perto da maioria dos pontos turísticos, mas a noite o bairro fica bem vazio e é necessário pegar taxi para sair.

Dazzler San Telmo – Piedras 303, San Telmo – Buenos Aires, Argentina.

Anúncios