Em São Paulo: provando o menu degustação do A Casa do Porco

acasadoporco1

Na nossa muito humilde opinião, um dos chefs mais notórios na atual cena gastronômica paulista (quiçá brasileira) é o Jefferson Rueda.

Depois de ter ganho notabilidade sendo o chef do Attimo, entre 2011 e 2015, e ser o responsável pelo ganho da estrela Michelin da casa, Jefferson resolveu abrir no Centro de São Paulo um restaurante 100% autoral, onde a estrela principal é a carne de porco.

acasadoporco4

Parte interna da Casa do Porco

É bonito ver essa troca de um restaurante que só usa ingredientes refinados e caros (como trufas, ovas) por um que usa um ingrediente que ainda não é apreciado como deveria pelos brasileiros, e ainda ter um resultado inovador e, acima de tudo, saborosíssimo. É difícil conseguir impressionar e inovar com o comum.

acasadoporco5

Como a casa tem fama de lotar antes mesmo de sua abertura, chegamos as 11:30 da manhã de um domingo para garantirmos nossa mesa. A casa só abre ao meio dia e já tinha uma fila bem grande. Conseguimos pegar uma das últimas mesas do lado de fora (quando todas as mesas foram preenchidas, a espera para o almoço era de duas horas).

acasadoporco11

Embutido de cabeça de porco e copa, servidos com mostarda fermentada no tucupi, compota de bacon e picles de vegetais

acasadoporco10

Tartar de porco maturado e sanguiça de sangue com tangerina e broto orgânico

Como queríamos provar um pouco de tudo, pedimos o Menu Degustação, que consiste em pequenas porções e pequenos canapés dos pratos mais célebres da casa, servidos em vários passos. Os pratos foram os seguintes:

  • Embutido de cabeça de porco e copa, servidos com mostarda fermentada no tucupi (muuuito boa), compota de bacon e picles de vegetais;
  • Tartar de porco maturado e sanguiça de sangue com tangerina e broto orgânico;
  • Pão no vapor com barriga de porco, cebola roxa e pimenta fermentada;
  • Croquete de porco servido com mostarda de tucupi e pimenta fermentada;
  • Canapé de virado à paulista: porco, feijão, couve e linguiça com ovo de codorna;
  • Torresmo de pancetta com goiabada;
  • Sushi de papada de porco com tucupi preto e nori;
  • Porco San Zé: porco, tutu de feijão, tartar de banana e couve.

acasadoporco8

 

Croquete de porco servido com mostarda de tucupi e pimenta fermentada

acasadoporco7

Canapé de virado à paulista

acasadoporco3

Sushi de papada de porco: um clássico da casa

Sim, comemos muito. E sim, tudo estava muito bom, excepcional até. Como foram muitos pratos, vou falar apenas dos meus favoritos (se não o post terá 700 metros), mas, de novo, tudo estava muito bom. Não dá nem para expressar direito o quão bom estava.

acasadoporco9

Pão no vapor com Barriga de Porco

O Pão no Vapor Com Barriga de Porco estava divino. O molinho do pão, com a barriga de porco e o azedinho da pimenta fermentada e a cebola ficaram demais. Conquistou muito o meu coração, e só de lembrar me dá água na boca.

acasadoporco6

Torresmo de Panceta

O torresmo de panceta com goiabada é um prato super simples, mas foi uma das coisas mais “Meu Deus, o que foi isso que eu comi?” que eu já provei na vida. Panceta grossa, crocante por fora e super suculenta por dentro. Sério, maravilhosa. E o docinho da goiabada foi a cereja do bolo pra me conquistar.

acasadoporco2

Porco San Zé

O Porco San Zé é o carro-chefe da casa. Pedaços suculentos de porco, com um tutu de feijão muito bom, uma farofa incrível (tão boa que lembra até um leite ninho salgado – ok parece viagem mas eu achei, o namorado também e a menina da mesa do lado chegou até a perguntar para o garçom se era leite ninho) e um tartar de banana muito saboroso. Raspamos os pratos.

acasadoporco12

Pudim de Leite

Mesmo praticamente rolando de tanto que comemos, pedimos uma sobremesa. O Pudim de Leite da Casa do Porco é finalizado com chantilly de caramelo e algodão doce. Qualquer coisa meio lúdica já me ganha, e esse pudinzinho com uma nuvenzinha de algodão doce me matou de amores. Achei super válido estar no centro da famosa Terra da Garoa e ter uma nuvem em cima do meu pudim. De sabor, o pudim é super leve e cremoso.

O total da conta com 4 cocas, 2 águas e 2 menus degustação foi R$ 250,00. Um preço justo pra uma das refeições mais bem feitas e diferentes da minha vida. Valeu muito a pena ter que chegar cedo, esperar, rezar pra conseguir uma mesa, porque foi um almoço que lembrarei por muito tempo e um restaurante que, com certeza, retornarei.

A Casa do Porco – Rua Araújo, 124, República – São Paulo, SP

Procurando hotel em São Paulo? Reserve pelo Booking.com, o maior site de reservas do mundo. Reservando por esse link, uma porcentagem da sua hospedagem vem para ajudar a manter o blog (sem você pagar nada a mais por isso 😉 ).

Siga o instagram do blog! @lugarzinhosporai e siga a gente pelas nossas andanças pelo mundo 😉

Anúncios

6 comentários sobre “Em São Paulo: provando o menu degustação do A Casa do Porco

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s