Em Buenos Aires: visitando o Cemitério da Recoleta

cemitériodarecoleta

Em uma segunda-feira ensolarada rumamos para o agitado bairro Recoleta para visitar o famoso Cemitério da Recoleta (Cementerio de La Recoleta). Ele é um dos pontos turísticos mais visitados de Buenos Aires, principalmente por abrigar os túmulos de grandes personalidades argentinas, como de Eva Perón (que é, de longe, o túmulo mais visitado).

O Cemitério da Recoleta foi fundado em 1822, aos fundos da Igreja Nuestra Señora del Pilar (que, com certeza, também merece uma visita nem que seja rapidinho), e logo tornou-se a última morada da alta sociedade porteña.

cemiteriodelarecoleta6

O que torna a visita indispensável é que boa parte dos túmulos são verdadeiras obras de arte. Por abrigar a nata da sociedade porteña do século XIX, quando a Argentina vivia dias de prosperidade infinitamente maiores do que os dias de hoje, a arquitetura e esculturas que compõem o cemitério são de artistas internacionais famosos, o que o torna praticamente um museu a céu aberto.

cemitériodarecoleta4

Salvador María del Carril e Tiburcia Dominguez – tanta raiva durante a vida que suas estátuas foram colocadas de costas durante a morte

Atualmente o cemitério abriga 19 presidentes argentinos, 2 vencedores do prêmio Nobel, 10 escritores, além de vários artistas, poetas e atletas. Isso sem mencionar as incontáveis histórias das famílias enterradas, como o casal Salvador María del Carril e Tiburcia Dominguez, que se odiavam tanto que, quando Tiburcia morreu (15 anos após Salvador María), ela pediu para que seu busto ficasse de costas para a estátua do marido, para não terem que se olhar nem mesmo na morte.

cemiteriodarecoleta2

Eu e o namorado ficamos (literalmente) perdidos durante quase uma hora e meia dentro do cemitério. Mas curtimos bastante, a arquitetura do local é incrível e encontrar nomes famosos da história argentina era sempre divertido. Alguns mausoléus estão em estado deplorável por serem extremamente antigos, mas a grande maioria ainda está lá , praticamente em perfeito estado.

O Cemitério da Recoleta abre todos os dias, das 7h as 17:45h, a visita é gratuita. Para alguns, essa visita pode parecer um tanto mórbida, mas vale a pena passar por cima do preconceito e fazer, pelo menos, uma visitinha rápida.

Cementerio de La Recoleta – Junín, 1760 – Buenos Aires, Argentina.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s