Em Buenos Aires: visitando o MALBA

malba

Mesmo não sendo uma grande fã de arte moderna e contemporânea, um dos lugares que eu mais queria visitar em Buenos Aires era o MALBA (Museo de Arte Latinoamericano de Buenos Aires).

Inaugurado em 2001, o museu foi construído para abrigar a coleção de arte do empresário Eduardo F. Costantini. O museu é pequeno, mas olha, tem uma arquitetura de se encher os olhos. Todo branco e bem iluminado com luz natural.

malba5

Abaporu e Autorretrato de Frida Kahlo

O museu abriga obras de de artistas brasileiros famosos, como Di Cavalcanti, Candido Portinari e Tarsila do Amaral. Aliás, é o MALBA que abriga o Abaporu, uma das obras brasileiras mais valorizadas no mundo, que Tarsila pintou como presente de aniversário para o seu marido, o escritor Oswald de Andrade, e que virou referência para a criação do movimento antropofágico no Brasil.

O acervo fixo também possui obras de diversos artistas importantes durante o século XX, como Diego Rivera, Frida Kahlo, Antonio Berni, entre outros.

malba2

Fizemos nossa visita na segunda-feira, 12 de outubro, que também é feriado na Argentina. Chegamos no museu e ele estava lotado, com uma fila enorme para comprarmos os ingressos. Ficamos quase vinte minutos na fila aguardando, compramos os ingressos e finalmente adentramos no MALBA.

O museu é incrível, repleto de obras importantes e marcantes para a história da América Latina. Cada sala era uma nova descoberta de telas, instalações e esculturas, uma mais incrível que a outra.

malba4

Apenas uma questão que me incomodou: O MALBA estava lotado no dia da nossa visita por ser feriado e foi o único museu que visitamos o qual é possível fotografar. Por mais que eu me beneficie dessa vantagem (já que eu pude tirar fotos para postar no blog), a minha visita foi conturbada por pessoas tirando selfies com obras de arte. E não foram poucas.

Acho que aqui vale um pouco do bom senso que falta as vezes: essa necessidade das pessoas de tirarem selfies em todos os lugares que passam acabou deixando os ambientes do museu extremamente agitados, tirando um pouco da tranquilidade necessária para se apreciar as obras.

malba3

É um museu lindo que possui um acervo incrível que conta a história da América Latina e, admito, conhecer de perto o Abaporu, uma obra tão marcante para a arte brasileira foi o ponto alto da visita. Mas evite ir em finais de semana ou feriado para conseguir apreciar o museu com tranquilidade e com a atenção que ele merece. Vale a pena.

MALBA – Av. Figueroa Alcorta, 3415. Buenos Aires, Argentina.

Anúncios

Um comentário sobre “Em Buenos Aires: visitando o MALBA

  1. Pingback: Sorveteria em Buenos Aires: conhecendo a Rapa Nui | Lugarzinhos Por Aí

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s